20 Oct 2019

Please reload

Posts Recentes

Herói: Demolidor

12 May 2015

 

Criado por Stan Lee e Bill Everett, apareceu pela primeira vez em sua própria revista em 1964,chegando ao Brasil quatro anos depois publicado pela editora Ebal. Nos anos 70 publicado pela editora GEA recebeu o nome de Defensor Destemido (mais próximo de uma tradução literal) Foi o segundo super herói cego a combater o crime, o primeiro foi o Doutor Meia noite 1941.

 

 

O uniforme "amarelo", foi durante muitos anos, a principal veste do herói até ser substituído pelo vermelho, mais intimidador e sombrio, apropriado ao vigilante urbano. 

 

Ao contrário do que muitos acreditam, o Demolidor tem sim super poderes. Não pode voar, nem levantar um carro ou disparar raios pelas mãos. Seus poderes estão diretamente ligados aos sentidos e reflexos. Ele pode ouvir e distinguir variações nos batimentos cardíacos, possibilitando determinar a veracidade de uma confissão, medo ou excitação de uma pessoa. Distinguir pessoas, lugares ou coisas pelo cheiro e sentir as formas das tintas nos papéis, possibilitando a leitura. 

Seu famoso radar, funciona como um detector de distância e posição de objetos ou pessoas (bio emissor de ondas). Ele ainda é capaz de desviar a trajetória de uma flecha com as mãos, usando seu reflexo. 

Pertence a categoria nível médio humano (o mesmo do Batman) mestre em ninjitsu, manuseio de armas brancas, boxe e acrobata de nível olímpico. Nos arquivos secretos da Shield está classificado como nível 7. 

 

Interpretado por Ben Affleck no cinema foi crucificado pelos fãs do herói, por ter sido o único que conseguiu matar o Demolidor (apesar de não ser culpado). Mas a realidade é que o roteiro era muito ruim. Certamente escrito por alguém que nunca leu de fato, as histórias do personagem. 

 

Aliás, o arrogante fato de achar que as criações da Marvel precisam de uma correção, (com a desculpa de fazer parte de uma adaptação pelos executivos da Twenty Century Fox) , tem sido uma mania fadado ao fracasso. Conclusão: um filme de bilheteria ruim e o abandono do personagem pela Fox, devolvendo os direitos de produção a Marvel.

Anos depois, o Netflix em parceria com a Marvel Television, produzem uma série de 13 episódios, com o objetivo de assumir um compromisso com a obra que consagrou o personagem. 

 

Trazendo todos os elementos dos quadrinhos, a atmosfera a corronpida, e seus personagens humanamente sensíveis e vulneráveis. 

O resultado superou as expectativas. Em pouco tempo, a série, torna-se um dos maiores sucessos do Netflix, garantindo uma segunda temporada, com o ator  Charlie Cox usando a pele vermelha do demônio. 

 

 

 

 

 

Please reload

© Copyright 2018 Estúdio MaSam.